Participações: Gobbo em Quimeracast!

Existe vida lá fora! É sério! Eu fui lá e vi isso…

Bom… a história do SpamCast começou lá por abril de 2012, um pouco depois de um parceiro meu ter iniciado suas idéias de um podcast… esse parceiro é o Filipe, ou Filipovisky, ou Mito… e esse podcast saiu e tem o nome de QuimeraCast. Um podcast com assuntos bem variados e sempre cheio de convidados, inclusive, esse que vos fala… ou escreve…

Meu primeiro pitaco foi no episódio prévio ao filme do Super Homem (sim, eu falo Super Homem) em que falamos um pouco desse senhor de 75 anos, e você encontra esse post aqui:

Quimeracast 35: Universo Superman

QuimeraCast 35

E nesse outro falamos sobre os nossos jogos mais marcantes:

Quimeracast 37: Os jogos das nossas vidas

QuimeraCast 37

E nesse conversamos sobre a trilogia de De Volta para o Futuro:

Quimeracast 38: De Volta para o Futuro

QuimeraCast 38

Curtam lá esse podcast bacana, e se você já curte… sei lá… ouve de novo… e depois ouve a gente de novo também hein!!!

Os links da galera do Quimera:

http://quimeracast.podomatic.com/

http://twiter.com/quimeracast

http://facebook.com/quimeracast

Valeu povo!!!

 

 

 

 

Comentários do Facebook (Disqus tá lá embaixo)

Comentários do Facebook

Gobbo

Há muito tempo atrás, numa galáxia muito distante (conhecida como Espírito Santo, no Brasil, acredite, esse lugar existe!), Gobbo perambulava por uma calçada quando, sem saber, andou em sincronia perfeita no tempo e espaço com um antigo ritual da tribo Roken Row, que despertou índios em estado inanimado em uma caverna do Téquissas, e então ele se transformou em… nada. Continuou sendo o mesmo cara, mas uma antiga profecia Roken Row diz que aquele que acionar os índios através do ritual, deve ser munido de toda cultura inútil quanto possível, para que assim ele possa fazer algo que não se sabe o que, mas que trará um grandioso resultado, que não se tem idéia. E desde então ele vem sendo observado sem notar, e tem absorvido uma quantidade absurda de informação desnecessária, tornado-o em: um cara comum qualquer que passa do seu lado e você nem nota.