Zerei + um #024: Pokémon Shuffle

Olá Spammers, o zerei + um de hoje vai falar de um jogo que teoricamente ainda não foi lançado mas eu já zerei. Como assim? Eu explico!

Há alguns meses a Nintendo anunciou que iria desenvolver jogos para plataforma Mobile (smartphones e tablets com sistemas Android e iOS). Em seu anúncio disse que lançará 5 jogos de grandes franquias (Super Mario, Pokémon e Zelda) até 2017.

Pois bem… No último dia 29 de junho de 2015, a Nintendo anunciou o seu primeiro jogo para plataforma mobile, e ele será Pokémon Shuffle!

Mas que diacho de Pokémon é esse?

Simples, acredito que muitos de vocês conhecem o game “Candy Crush”, correto? Pense num Candy Crush com a temática Pokémon, este é o Pokémon Shuffle.

Como funciona o jogo?

É um típico game puzzle de combinar 3 peças iguais; porém em Pokémon Shuffle, cada peça é um Pokémon e cada Pokémon tem um efeito diferente.

Além disso, cada fase também representa um Pokémon e você precisa vencê-lo em uma determinada quantidade de movimentos. Quanto mais movimentos sobrar ao final da fase, maior a chance de capturar o Pokémon tema da fase. Capturando os pokémons o jogador pode usá-lo em outras fases.

Para quem está acostumado com a dinâmica Pokémon, sabe que cada monstrinho possui um ou mais tipos, por exemplo: Pikachu é um Pokémon do tipo elétrico; Bulbasaur do tipo planta e assim por diante. Em Pokémon Shuffle, essa característica foi mantida, e assim como nos outros games da série, cada Pokémon tem forças e fraquezas contra determinados tipos.

Outra característica do mundo Pokémon que está presente no novo game é o conceito da mega evoluções. Após vencer certas fases, o jogador consegue escolher pokémons específicos para fazer as megas evoluções. Estas acionam uma habilidade especial do Pokémon em questão, possibilitando vencer fases mais difíceis.

Mas peraí… Se o jogo não foi lançado ainda, como você eu zerei?

Apesar de o jogo ter sido anunciado para a plataforma mobile apenas agora, o game já está disponível gratuitamente para o console Nintendo 3DS na loja virtual da Nintendo desde fevereiro de 2015 e já superou a marca de 4 milhões de downloads.

O jogo hoje conta com 200 fases principais (eu já passei todas XD). Algumas fases de eventos especiais que são temporárias e geralmente aparecem pokémons lendários e dificílimos de capturar, além de algumas fases expert que além de ter pokémons fortes, o jogador precisa vencê-los em uma determinada quantidade de tempo (já abri umas 20).

A exemplo de outros jogos de combinar 3 para a plataforma mobile, o Pokémon Shuffle funciona a partir de uma quantidade limitada de tentativas (vidas) num determinado período de tempo, e microtransações ($$$) para se ter maiores vantagens e poder jogar indefinidamente. Você começa com 5 vidas e caso você gaste uma ou mais vidas, a cada 30 minutos você recupera uma vida, até o limite de 5 vidas.

Abaixo, segue o trailer divulgado hoje pela Nintendo, com cenas do jogo já na plataforma mobile:

https://youtu.be/EK3DWwQmUxQ

Leia o texto anterior sobre Limbo

Leia o próximo texto sobre Assassin’s Creed III

Comentários do Facebook (Disqus tá lá embaixo)

Comentários do Facebook

Filipovisky Teixeira

Um dos filhos não reconhecidos do Sr. Abravanel, herdou do pai os mesmos timbres vocais e a capacidade de fazer dinheiro… só que ao contrario. Para não passar fome teve que fazer programas (um pouco diferentes do pai)… e passou! Mas sua maré mudou quando, no meio de tanta desgraça, conseguiu emplacar um podcast de sucesso. Sua fama se tornou tamanha que o impossibilitou de viver uma vida normal, fazendo com que Filipoviski mandasse tudo pra merda e vivesse por 40 anos em uma caverna. Arrependido, ele tenta hoje voltar aos seus dias de glória e aposta tudo que tem (até o tóbas) no Spamcast.

  • Álvaro Xavier

    Nunca joguei nenhum. A Nintendo ultimamente tem feito cada coisa..

    • Escreva o que eu estou falando Xaveco (ou copia e cola no bloco de notas)… a plataforma mobile vai reerguer um império!!!!

  • Não curto pokemon… mas apoio o Filipovisky escrevendo posts. Ou fazendo qualquer coisa.

  • Pingback: Zerei + um #023 – Limbo - SpamCast()